SAIBA COMO PRECIFICAR DOCES

SAIBA COMO PRECIFICAR DOCES

A precificação de produtos é essencial para gerenciar um negócio e até para aproveitar as oportunidades de ganhar uma renda extra com 00confeitaria em períodos sazonais, como a Páscoa, o Dia das Mães, o Dia dos Namorados e o Natal. Por isso, é importante entender como precificar doces corretamente, a fim de gerar lucros e conquistar sua clientela.

Antes de calcular o valor de seus produtos, é necessário entender a dinâmica por trás disso para criar, de fato, preços competitivos no mercado e que não fujam da realidade do público que deseja atingir. Afinal, o objetivo é atrair clientes e aumentar sua lucratividade. Então, continue a leitura e saiba como precificar seus doces.

Anote todos os custos fixos e variáveis

Para facilitar sua precificação de produtos, anote todos os gastos com ingredientes, embalagens especiais e descartáveis, como formas, em uma ficha técnica ou planilha. Eles serão necessários para realizar o cálculo corretamente e são considerados custos variáveis, uma vez que podem aumentar conforme sua produção.

Os custos fixos são aqueles que você paga todo mês, independentemente de produzir ou não, por exemplo: aluguel, contas de água e luz, gás, produtos de limpeza, entre outros. É comum usar um percentual entre 10 e 20%, a depender da complexidade do negócio e da receita. Por isso, multiplique o custo total (ingredientes + embalagem + mão de obra) por 1,10 ou 1,20.

Saiba como precificar sua mão de obra

Um erro comum que pode prejudicar seu faturamento é não saber precificar sua mão de obra. Para chegar a esse valor, defina quanto você quer ganhar de salário, independentemente do lucro obtido, e divida pelas horas trabalhadas por mês. Imagine, por exemplo, que a remuneração seja R$ 2.500 e foram gastas 220 horas trabalhadas. Fica assim: 2500 / 220 = 11,37

Esse será o seu valor/hora e deve ser usado no cálculo do tópico anterior. Se o gasto da receita foi de 30 reais já com as embalagens, por exemplo, ficará assim: (30 + 11,37) x 1,10 = 45,50. Descobrimos, então, o preço final de venda. Agora, vamos precificar os doces em sua forma unitária, um processo mais simples. Basta dividir o valor total pela quantidade de docinhos produzidos.

Conheça os preços da concorrência

Um fator importante para vender seus doces é realizar uma pesquisa dos concorrentes, afinal, fazendo essa análise é possível manter a competitividade de mercado. Além disso, conhecer o preço médio dos doces na região em que você mora ajudará na tomada de decisão, pois dependendo do bairro, você pode cobrar um valor mais baixo ou mais alto.

No entanto, tenha cautela. Embora produtos caseiros tenham um valor maior agregado do que os produzidos em grande escala, o preço não deve fugir muito da margem usada pela concorrência. Analise perfis de pequenos empreendedores e compare os valores de vendas. Isso ajudará a entender o que é bem aceito pelo mercado.

A correta precificação de produtos é essencial na busca de empresas e pequenos empreendedores para aumentar sua lucratividade, além de facilitar na previsibilidade de ganhos com o negócio. Por isso, para saber como precificar doces, você deve seguir três passos simples: anotar todos os gastos, considerar sua mão de obra e conhecer sua concorrência.

Você tem um método interessante de calcular preços de seus produtos e quer compartilhar com outras pessoas? Deseja contribuir com uma sugestão ou restou alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo!


Deixe um comentário